Covid-19: Empresas terão de fechar às 20h em Fortaleza a partir desta quarta-feira



O governador Camilo Santana acaba de anunciar que envia ainda nesta terça-feira, 2, para a Assembleia Legislativa decreto que prorroga por seis meses o estado de calamidade pública devido à pandemia do novo coronavírus no Ceará. Ele também determinou que as atividades em Fortaleza só funcionam até 20h, com exceção dos serviços essenciais. Aos fins de semana, os serviços de alimentação fora do lar só podem se manter abertos até as 15h. A medida entra em vigor a partir desta quarta-feira, 3, e têm validade prevista de 15 dias.

De acordo com o governador, o objetivo das medidas é evitar aglomerações, que acontecem prioritariamente em festas. Camilo faz agora live em que anuncia as medidas, acompanhado do prefeito José Sarto e o secretário estadual da Saúde, Cabeto Martins. “Nossa prioridade é salvar vidas, proteger as pessoas, claro sempre preocupados com a economia”. Na transmissão, ele também informou que vai haver nova reunião na próxima sexta-feira para definir medidas para o Carnaval.

Ele pediu colaboração da população e alertou: “Se a gente continuar nesse ritmo, vamos ter que aumentar as restrições”.

Segundo Camilo, essa é a segunda reunião do comitê de enfrentamento da pandemia desta semana, o que costuma acontecer apenas às sextas-feiras, por causa do rápido crescimento no número de casos. Ele destacou também que a vacinação está em andamento no Ceará, mas que ainda não há um calendário oficial por causa da pouca quantidade de doses disponíveis no Brasil. O Ceará chegou, hoje, à marca de 110 mil vacinados, sendo mais de 50 mil em Fortaleza.

O prefeito José Sarto fez um apelo aos jovens, frisando que são eles os principais agentes de contaminação do grupo de risco. A fala foi ratificada por Cabeto, que apontou o predomínio das infecções entre os jovens, que estão disseminando o vírus na população mais idosa. “É isso que está levando a esse momento”, disse. Ele também alertou para as mutações dos vírus, que vêm provocando episódios mais graves da doenças e aumentando as

contaminações de crianças.

 

75 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo