Projeto de música autoral realiza show de estréia nesta sexta-feira 15 de Novembro.

Projeto de música autoral realiza show de estreia nesta sexta-feira 15 de novembro. Cinco novos artistas serão lançados no cenário musical caririense, com estilos que variam do pop ao forró, entre outros. A noite do Cariri vai ferver nesta sexta-feira com a apresentação do Projeto Vocalize, que pela primeira vez se apresenta no Cangaço Bar com o show “O Som do Cariri”. Trata-se de uma iniciativa independente com o objetivo de fomentar a música autoral na região. A programação conta com cinco novos artistas, que o projeto está produzindo este ano, sendo eles: Kristina K, Cayk, Giu Oliveira, Levi Alexandre e Felipe Veras. Com estilos diferentes que variam do pop ao forró, passando pelo MPB, eles prometem aquecer o cenário musical caririense. Além de muita música boa, a festa contará também com um line up que vai colocar todos para rebolar. "Existe uma diversidade musical no Cariri e queremos dar visibilidade a toda essa produção” disse Saulo Mota, idealizador e coordenador do projeto. “Damos todo o suporte que o músico precisa desde a gravação até a divulgação das músicas.” Para Felipe Veras, que veio ao Cariri para estudar, mas acabou se apaixonando pela terra, o Cangaço foi uma casa que o acolheu, um lugar onde celebrou novas amizades, o amor ou uma galha recém-adquirida. “Deposito sentimentos muito diversos pelo lugar e me alegra saber que eu vou fazer parte por uma noite dessa organismo gigante e vivo” disse com entusiasmo. Esse show abre o ciclo de apresentações do Projeto pelo Cariri, que está com uma agenda bem cheia. Já na próxima semana, dia 25, tem Pocket Show na Universidade Federal do Cariri (UFCA) Campus Juazeiro do Norte, a partir das 17h30 e no dia 11 de dezembro tem mais “O Som do Cariri” no Sesc Juazeiro a partir das 19h. Toda agenda será divulgada no instagram do projeto: @projeto_vocalize. É uma ação cultural independente, atuante na região do Cariri a dois anos. Tem como principal objetivo incentivar e dar suporte à produção de trabalhos autorais da região. Todo ano o projeto abre um edital para selecionar novos artistas e lançar no cenário musical.

Eles recebem todo o suporte desde a gravação da música, divulgação em plataformas digitais, assessoria musical, além da produção de material como ensaio fotográfico e artes gráficas. Ao todo, o projeto já gravou 9 trabalhos autorais. E no final do ano, para apresentar todo o trabalho desenvolvido, são realizadas apresentações musicais pela região.

13 visualizações0 comentário