top of page

Incluir Padre Cícero no Livro dos Heróis da Pátria é um passo para beatificação, diz José Guimarães



Projeto de lei de autoria de autoria do líder do governo segue para plenário do Senado


A Comissão de Educação e Cultura aprovou, nesta terça-feira (8), o projeto de lei 10/2020, de autoria do deputado José Guimarães, que inscreve o nome do padre Cícero Romão Batista, no Livro dos Heróis e Heroínas da Pátria.


A proposta, da Câmara dos Deputados, foi relatada pelo senador Cid Gomes e aprovada por unanimidade. Agora o texto segue para o plenário e em seguida para sanção presidencial.


Para José Guimarães, que é líder do governo Lula, esse é mais um passo para que, no futuro, o Padre Cícero seja beatificado, uma dos principais desejos dos milhões de romeiros e romeiras que visitam o município de Juazeiro do Norte todos os anos.


"É uma vitória enorme para os devotos de Padre Cícero e para os religiosos do Cariri e do nordeste. Inscrever o padre no livro dos heróis irá contribuir para o processo de beatificação que tramita no Vaticano", pontua o parlamentar.


Beatificar o Padre Cícero, acolher os romeiros e dar conforto aos devotos do Padre do Sertão foi a principal missão de vida da religiosa Irmã Annette Dumoulin, da Congregação de Nossa Senhora (Cônegas de Santo Agostinho) de Juazeiro do Norte enquanto viva.


*Heróis da Pátria*


O Livro dos Heróis e Heroínas da Pátria registra o nome e homenageia os brasileiros ou grupos de brasileiros que tenham oferecido a vida em defesa e construção do país com dedicação e heroísmo excepcionais. Ele está guardado no Panteão da Pátria e da Liberdade Tancredo Neves, na Praça dos Três Poderes, em Brasília.

Assessoria: José Guimarães

141 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page