Guardas municipais que multaram desembargador de SP são homenageados por conduta exemplar


Os servidores receberam medalhas com a inscrição “Homenagem da Cidade de Santos”, dada pelas mãos do prefeito Paulo Alexandre

Roberto Guilhermino da Silva, 41 (à esquerda) e Cícero Hilário Roza, 36 anos (à direita), responsável por dialogar com o magistrado. (Foto: Prefeitura de Santos)

Os guardas municipais que abordaram o desembargador Eduardo Almeida Prado Rocha, do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP), pela ausência do uso da  máscara na orla da praia de Santos, no último sábado (18), foram homenageados pela Prefeitura de São Paulo ontem (20), no Paço Municipal de Santos, pela conduta exemplar dos servidores.

Os guardas municipais Cícero Hilário Roza, 36 anos, e Roberto Guilhermino da Silva, 41, receberam as homenagens na presença de familiares, com a entrega de medalhas com a inscrição “Homenagem da Cidade de Santos”. A esposa de Guilhermino e a filha de Hilário, que também estava com mais dois irmãos, receberam flores. O prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa foi o responsável por entregar as medalhas e integrantes da guarda também participaram da homenagem.

Cícero afirmou que a tristeza e o aborrecimento gerados pelo ocorrido foram transformados, depois das mensagens de otimismo que recebeu. “Quando cheguei em casa, depois do ocorrido, estava chateado. Depois da repercussão, vizinhos, amigos e familiares começaram a mandar mensagens de apoio e, de uma tristeza, o sentimento mudou. A gente vê que uma postura nossa gerou admiração, nosso trabalho foi reconhecido e isso trouxe orgulho para minha família”, relatou o servidor.

Fonte: O Otimista

121 visualizações0 comentário

© 2023