top of page

Funarte e Secretaria de Formação, Livro e Leitura do MinC integram a programação do Encontro Palco Escola no Centro Cultural do Cariri


Nos dias 16 e 17 de fevereiro, 27 artistas, gestores, pesquisadores, produtores e professores do campo das artes e da cultura discutirão a construção do Plano Pedagógico da Escola Artes da Presença do Teatro Escola do equipamento.

Atividades no parque do Centro Cultural do Cariri, Domingo de atividades.

Discutindo a formação artística e cultural qualificada em diálogo com o território caririense, o Encontro Palco Escola – A força do lugar, reúne 27 convidados do campo das artes e da cultura. Realizado nos dias 16 e 17 de fevereiro no Centro Cultural do Cariri Sérvulo Esmeraldo – equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, gerido em parceria com o Instituto Mirante de Cultura e Arte, tem como objetivo promover interações entre as experiências de gestores, artistas e agentes culturais na construção do Plano Pedagógico da Escola Artes da Presença do Teatro Escola do equipamento.

A programação ocorre a partir das 9h, no Pequeno Palco do CCCariri, e conta com temas sobre as artes da presença e modelos pedagógicos de formação, difusão e ação cultural. Participam representantes de instituições de cultura nas instâncias regionais, estaduais e nacionais que trarão suas diferentes práticas no setor público e privado para o debate.

As inscrições para participação presencial já se encontram encerradas, os interessados ainda podem acessar a transmissão pelo YouTube @centroculturaldocaririce.

Abrindo as atividades do sábado 16), na roda de conversa intitulada “Centro Cultural do Cariri”, às 9h, estarão presentes o Coordenador de Formação, Livro e Leitura da Secretaria de Cultura do Estado do Ceará, Ernesto Gadelha, o Diretor Executivo do Instituto Mirante, João Wilson, a Diretora do CCCariri, Rosely Nakagawa, o Secretário de Formação, Livro e Leitura do MinC, Fabiano Piúba, o consultor pedagógico de implementação do Teatro Escola, José Simões e Américo Córdula, Gerente de Teatro do CCCariri.

Trazendo a experiência de organizações públicas e privadas, Ernesto Gadelha, Dane de Jade e Patrício Melo são os participantes da segunda mesa, intitulada “As Artes da Presença no Território Cariri”, que coloca em diálogo o saber, a formação, a pesquisa, a produção e a difusão cultural, estimulando a construção de uma rede de trocas.

O diretor de Artes Cênicas da Funarte, Rui Moreira, também é um dos convidados. Trabalhador das artes e da cultura, ativista pelo direito de fruição e amplitude social das artes, é doutor em Artes por notório saber da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Rui estará compondo a última mesa do sábado (16): “Fomento das artes da presença no Território do Cariri”, das 16h às 17h30, junto à Maria Gomide, da Carroça de Mamulengos, Alysson Amâncio, da Associação de Dança Cariri e Bárbara Kariri, da Coletiva Flecha Lançada Arte.

“O palco para o artista, sempre foi e sempre será um local de muito aprendizado, portanto uma escola que assume o palco como sua sala de aula é por si, uma evolução para o que nós chamamos de universo das artes da cena. A Funarte foi convidada para conhecer in loco esse projeto e reconhece nesta ação as possibilidades sobre uma formação artística aprofundada e diferenciada a partir do espaço de encontros que este formato de escola proporciona”, conta Rui Moreira.

No domingo (17), a roda de conversa “Práticas e modelos pedagógicos de formação”, a partir das 9h, contará com a participação de Kelly Saldanha, do Centro Cultural Bom Jardim, Isabel Botelho, do Theatro José de Alencar, Edilberto Mendes, da Escola Porto Iracema das Artes e Edceu Barboza, do Ponto de Cultura Casa Ninho.

Nas duas últimas discussões, será tratado o tema “Práticas de formação, difusão e ação cultural”, onde gestores, produtores e professores poderão partilhar o desenvolvimento de ações voltadas para o campo, seus resultados e possíveis atualizações.

Palco Escola – Presença Cênica

Propondo como dinâmica formativa evidenciar a força do lugar a partir do diálogo entre a presença ancestral, o fazer artístico do local e os princípios educacionais como matriz geradora de ações de transformação, o Palco/Escola se desdobrará em: cursos regulares de formação, ações diversas de formação artística, formação de públicos, qualificação artística, espaço de fruição estética, difusão, memória e diálogo com a identidade cultural no território do Cariri.

Sobre o Centro Cultural do Cariri

Inaugurado no dia 1º de abril de 2022, o Centro Cultural do Cariri é um espaço para discussão, promoção e fazeres das artes, ciência, cultura e natureza, aliadas à tradição cultural e à contemporaneidade, estando aberto aos processos de experimentação e intercâmbio.

O equipamento cultural, que atende toda a região do Cariri cearense, conta com uma infraestrutura de mais de 50 mil metros quadrados, sendo constituída por espaços expositivos, anfiteatro para ensaios e projeções de cinema, teatro escola, salas de aula e ensaio, reserva técnica, restaurante escola, café e planetário, ainda em processos de estruturação.

Atualmente, o Centro Cultural do Cariri está aberto ao público às quintas e sextas, das 15h às 20h, e aos finais de semana, das 8h às 20h, com toda área externa composta por pistas de skates, brinquedopraça, areninha, quadras de vôlei e grande área verde. Toda a programação é gratuita.

Onde estamos localizados

Av. Joaquim Pinheiro Bezerra de Menezes, 1, Gizélia Pinheiro (Batateiras), Crato, Ceará

SERVIÇO

Encontro Palco Escola – A força do lugar

Quando? 16 e 17 de fevereiro

Onde? Centro Cultural do Cariri

Confira aqui a programação completa

108 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page