Dr. Lorim publica nota após divulgação do pré-candidato de Diego Feitosa a prefeito de Missão Velha

O vice-prefeito e pré-candidato a prefeito de Missão Velha, Rosemberg Macêdo, o Dr. Lorim, publicou hoje (4) a tarde uma nota comentando a indicação do atual prefeito, Diego Feitosa, do ex-prefeito Washington Fechine como seu pré-candidato ao executivo missãovelhense Leia a nota na íntegra: Ao povo de Missão Velha Recebi hoje, junto com toda a população de nossa cidade, a notícia de que o pré-candidato da situação à prefeitura de Missão Velha, ao invés do atual prefeito, que está em seu primeiro mandato e, portanto, seria candidato natural à reeleição, será um ex-prefeito que mesmo não tendo nenhum cargo no primeiro escalão do governo participa ativamente da administração, tendo também, por esse motivo, legitimidade para defendê-la e dar continuidade ao que vem acontecendo na prefeitura, além de muitos interesses na permanência do atual grupo político no poder. A notícia, antes de mais nada, confirma o acerto da nossa decisão, ainda no início de 2017, de não apoiar o projeto de poder daquele que se elegeu com a promessa de renovação e de novas práticas, mas que no primeiro momento após a eleição traiu todos os seus compromissos e revelou o propósito de aliar-se ao passado e fazer um governo baseado no autoritarismo, na centralização de poder, nos privilégios para poucos e no absoluto desrespeito aos compromissos assumidos com aqueles que trabalharam por um novo modelo administrativo, que deveria focar no atendimento às demandas mais importantes para a população e não nos caprichos de um pequeno grupo que sempre se locupletou às custas dos cofres públicos municipais. O que eu dizia que não tinha a menor chance de dar certo, porque era uma traição com o nosso povo, está confirmado: deu errado. Deu errado porque um governo baseado na perseguição, na ignorância, na incompetência, na insensibilidade e nas mais atrasadas e antidemocráticas práticas políticas não tem como dar certo, nem em Missão Velha nem em nenhum lugar do mundo. O anúncio da decisão se deu como tudo no atual governo. Sem escutar ninguém, sem debater com a população, sem justificar o motivo da decisão e, sobretudo, sem admitir que se trata claramente de uma jogada para manter o poder nas mãos das mesmas pessoas responsáveis pela pior administração que Missão Velha já teve em toda sua história, confirmada por todas as pesquisas e pela própria decisão covarde de não se submeter ao julgamento da opinião pública. Para nós, nenhuma surpresa, afinal nós vivemos a realidade de nossa cidade, temos contato direto com toda a população e sabemos muito bem que entre a certeza de uma derrota vergonhosa e a chance de se manter no poder, mesmo que às custas de mais mentiras, mais enganação, mais desmandos e mais perseguição, esse grupo não teria nenhum pudor em escolher a segunda opção, que, como sempre, é a pior opção para a cidade, já cansada de tanto descaso e tanta irresponsabilidade. Se esperam de nós uma reação raivosa ou algum tipo de comemoração pela confirmação de que o atual governo é tão ruim que o prefeito não tem nem condições de pedir uma segunda chance, estão errados. Recebo a notícia com respeito, cordialidade e até um certo tipo de admiração, já que é preciso ter muita coragem – e nenhuma ética – pra tentar enganar uma cidade duas vezes seguidas, ainda mais tentando apresentar como novo um modelo que todo mundo já conhece e sabe muito bem o que representa. Espero realmente que a pré-candidatura anunciada se confirme não apenas na convenção, mas, sobretudo, na Justiça, com a qual não tenho nenhum tipo de pendência que me impeça de me apresentar com o orgulho de ter, mais do que uma ficha, uma VIDA LIMPA. Agradeço, neste momento, aos inúmeros telefonemas e mensagens recebidos nas últimas horas para reforçar o apoio ao nosso projeto, inclusive aos amigos e amigas que hoje fazem parte da administração e que não podem assumir publicamente suas posições por medo de serem perseguidos, pela necessidade de sobreviver e pelo desejo de tentar, de alguma maneira, oferecer pelo menos alguns serviços de qualidade à população, mesmo sem qualquer estrutura ou apoio da atual administração. Podem ter certeza que saberei reconhecer o apoio e os sacrifícios e que em breve estaremos juntos trabalhando para consertar os enormes prejuízos que estão sendo causadas à nossa terra, que tanto amamos e que não merece ser tão mal tratada. Não é hora de comemorar, ainda. É hora de renovar o compromisso de fazer uma campanha séria, baseada na Verdade, e de lutar para que nos próximos meses nossos órgãos públicos municipais não sejam ainda mais prejudicados pela busca desesperada do poder a qualquer custo. Estejamos atentos aos desmandos, aos abusos, aos desvios e às práticas de quem não tem nada a perder e nenhuma chance de ganhar. Que venha quem vier, A VERDADE PREVALECERÁ!

Fonte: Assessoria de Imprensa

17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo