top of page

De João Gomes a Felipe Amorim: Uma noite de muita diversão encerra o Festival Expocrato 2023



Enérgico, performático, criativo, inovador. A última noite do maior festival do Norte e Nordeste teve direito a tudo, inclusive música.

A 4ª edição do Festival Expocrato já está deixando saudade. Quem abriu a última noite do Festival foi o futuro papai João Gomes que mostrou já estar com o lado paterno aflorado para sorte do pequeno Thúlio Macêdo. O cratense de apenas 11 anos, zerou a vida ao cantar ao lado do ídolo, sendo ovacionado pelo público. Além dos grandes sucessos, como “Dengo” e “Eu Tenho a Senha”, o público cantou em uma só voz seu novo lançamento “Pra que fui me apaixonar”.

O domingo também foi de estréia. Murilo Huff, embalou os casais apaixonados e despertou gatilhos em quem trocou um certo por um duvidoso. Um show marcante, romântico e cheio de emoção.

A dupla Iguinho e Lulinha também estreou no palco do Festival com uma energia contagiante. Os amantes da vaqueirama explodiram ao som de “Eu te amo tanto”, “Vaqueira”, “Boy da Hilux” entre outras.

Encerrando o Festival já em clima de after, Felipe Amorim incendiou, literalmente, o público. Performático, insano e envolvente, Felipe fez do público um mar com direito a bote salva vida e show pirotécnico. Em meio ao caos, uma homenagem a Ariano Suassuna, com encenação do Auto da compadecida. Como se não bastasse, até um cachorro subiu ao palco! O artista usou todo seu repertório, encerrando o show após as seis da manhã.




141 visualizações0 comentário
bottom of page